Início Uncategorized Maiores decepções geek do cinema em 2016

Maiores decepções geek do cinema em 2016

71
0
COMPARTILHAR

Tido como o ano onde houve uma grande explosão de novos filmes da cultura geek, cada lançamento do ano foi acompanhado de muita apreensão e grandes expectativas. A DC estava tentando montar as primeiras peças de seu universo expandido, a franquia Caça Fantasmas voltava após anos parada com um time completamente novo de comediantes e Warcraft e Assasssins Creed prometiam por fim a maldição das adaptações de jogos digitais ao cinema. Até X-Men prometia uma equipe completamente nova, numa nova abordagem para a série.

 

Porém como bem sabemos, muitas dessas esperanças foram despedaçadas e algumas apostas certeiras dos estúdios cinematográficos não se sustentaram como deviam, colocando algum risco ao gênero de filmes de super herói e nerds. Não selecionei aqui os piores filmes do ano, apenas listo aqueles que criaram uma enorme expectativa nos fãs, e que por isso, mais decepcionaram.

 

Batman V Superman: A Origem da Justiça

Talvez o filme mais aguardado do ano. O primeiro encontro cinematográfico dos maiores ícones da DC, talvez até mesmo dos quadrinhos, e o início da tão esperada estreia do universo DC dos cinemas. De quebra ainda teríamos a estreia no cinema de personagens como Mulher Maravilha e Apocalypse. Com uma campanha de marketing extensiva em volta da obra.

 

Porém o filme bombou na crítica americana e dividiu ferozmente os fãs de filmes de quadrinhos. Talvez é o único da lista que ainda tenha defensores entusiasmados. Porém a realidade é que vemos aqui um filme sem estrutura narrativa que se sustenta apenas com alguns breves momentos gráficos em tela, mas que peca no desenvolvimento da história e de seus personagens… E com algumas escolhas de enredo completamente debatíveis como o jarro de urina e… Martha!

 

Eu fiz um texto falando exclusivamente de BvS, caso queira ver, clique no link

 

Caça Fantasmas

Ao contrário da maioria dos filmes dessa lista, Caça Fantasmas (2016) teve uma recepção bastante negativa já no seu primeiro trailer, que foi no momento o trailer com mais dislikes na história do youtube. Junta-se isso com a campanha contrária ao filme de homens que desprezavam o longa unicamente porque tinham protagonistas femininas e os ânimos antes do filme já pareciam escalar terrivelmente.

 

Porém ainda sobrava uma esperança no filme como obra isolada por ter em si, um time revigorado de comediantes do Saturday Night Live (programa de comédia americano responsável por descobrir inúmeros talentos, inclusve Dan Akroid e Bill Murray, dos Caça Fantasmas originais), porém a confusão entre fazer um reboot, um remake ou uma continuação, piadas claramente infantis e mal escritas, um vilão descartável e uma história mal produzida arruinaram as chances do filme em revigorar a franquia. O filme mais parecia uma sátira ao original do que um reboot.

 

Para ver o artigo em que falo exclusivamente desse filme, clique aqui

 

Warcraft

A primeira adaptação de jogos digitais para o cinema que parecia levar a sério seu trabalho, com orçamento e cuidado digno de blockbusters e competindo com filmes como Mortal Kombat e Terror em Silent Hill como melhor adaptação para o cinema, Warcraft ainda tropeça e não consegue cumprir seu papel na história como um filme acima da média.

 

De minha parte eu digo que gostei sim do filme, mas que é inegável as oportunidades desperdiçadas e a confusão feita na história do jogo. Com certeza o filme é melhor do que um Street Fighter 2, ou Alone in The Dark. Mas não é o tipo de filme que dá para indicar para amigos.

 

Eu fiz um texto ressaltando os acertos e erros de Warcraft, caso queira ver, clique aqui.

 

X men: Apocalipse

Com a promessa de revigorar toda a nova equipe dos X-Men, de ter uma trilogia fechada por Bryan Singer e uma publicidade focada nas habilidades de luta da atriz Olivia Munn. Talvez por isso a sensação de frustração é tão grande ao termos filme que prometeu nada além de novidades, temos de novo o mesmo arco de redenção-vilania-redenção do Magneto, a briga entre ele e Xavier, um cameo gratuito de Wolverine e um total apagamento dos novos personagens.

 

A cena do Mercúrio ainda agradou os fãs (mesmo sendo quase uma imitação da feita no filme anterior) mas não foi o suficiente para salvar o filme. E o visual do vilão, que já vinha sendo criticado desde os primeiros trailer, também não ajudou.

 

Fiz um artigo sobre esse filme, caso queiram ver, clique aqui.

 

Esquadrão suicida

Esse é o filme dessa lista que talvez tenha menos defensores. O filme no entanto veio com uma campanha bastante positiva de marketing já em seu segundo trailer, embalado pela belíssima música “Bohemian Rhapsody” de Queen e com participações incríveis de Coringa, Pistoleiro e Arlequina. Tudo parecia ótimo para o filme.

 

O primeiro problema veio com a reação mista de Batman V Superman. Os produtores achando que o problema do filme foi o tom mais sombrio do filme, exigiram regravações de Esquadrão Suicida para amenizar seu tom. Causando inúmeros cortes e remontagens do filme que acabou se perdendo no caminho.

 

O Coringa de Jared Leto que era a atenção principal dos trailer perdeu a maioria dos seus momentos e ficou… estranho. Alguns personagens são apresentados mais de uma vez na história enquanto alguns são esquecidos e a história principal simplesmente não faz sentido.

 

A parte mais triste dessa história é que poucos anos atrás a DC fez a excelente animação “Assault on Arkham” que parecia ser a inspiração para o longa, o que deu mais esperanças aos fãs, que foram devidamente destroçadas no cinema.

 

Fiz um artigo especialmente para esse filme, caso queira ver, clique aqui

Facebook Comments

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here