Início Análises e Teorias O uso de retcons e o Capitão América

O uso de retcons e o Capitão América

21
2
COMPARTILHAR

Recentemente a Marvel anunciou um retcon na linha editorial dos quadrinhos de um dos seus principais heróis. Foi revelado que durante todos esses anos, Steve Rogers estava secretamente trabalhando como um agente duplo pela HYDRA, jogando no lixo tudo o que foi construído do personagem e causando a revolta de milhares de fãs. Mas afinal, foi realmente esse estrago todo?

 

O que são retcons?

Resumidamente quer dizer “continuidade retroativa”, é quando um escritor faz uma mudança na história de um personagem clássico que passa a valer para todas as histórias, inclusive as já publicadas, ao contrário de uma mudança momentânea que acontece a partir da publicação do evento, o retcon muda toda a continuidade da história.

 

Quando foram usados?

Na marvel, tais retcons não são novidade, inclusive são usados até demais. Pietro e Wanda (Mercúrio e Feiticeira Escarlate) não eram originalmente concebidos como filhos de Magneto, porém em uma edição dos X-Men fizeram esse retcon os transformando em filhos dele o tempo todo… até que, recentemente, isso mudou de volta e eles voltaram a não serem filhos de Magneto.

 

Algo parecido aconteceu com o Homem Aranha na Saga dos Clones. Peter Parker descobre um clone dele chamado Ben Relley, mais tarde na história ele descobre porém que ele mesmo, Peter Parker, foi esse tempo todo um clone e que Ben Relley é o original. Por motivo de raiva dos fãs esse retcon foi também cancelado.

 

Só a Marvel irrita os fãs com retcon?

Na verdade o uso de retcons são bastante comuns. Um dos retcons mais mal usadose que irrita fãs até hoje foi com Star Wars, quando alteraram o conceito de “Força” algo sobrenatural que percorre a galáxia e que era necessário a fé para poder trabalhá-la, para um conceito mais biológico e preciso chamado midi-chlorians, e quem tivesse esse tipo de organismo no corpo, seria usuário da força.

 

Outro retcon usado no Star Wars que desagradou os fãs foi terem feito Han Solo deixar de atirar primeiro na cena dentro do bar, fazendo com que Greedo tivesse atirado primeiro, e sobre isso eu já comentei nesse texto exatamente sobre porque é fundamental para o personagem de Harrison Ford que ele atire primeiro.

 

Só existem retcons ruins?
Obviamente não, retcon é um recurso narrativo e como todo recurso, se usado com sabedoria para fortalecer a narrativa e melhorar a história é muito bem vindo. Em Uncharted 4 somos apresentados a um irmão de Drake que nunca fora mencionado antes (fazendo efetivamente ser considerado como um retcon) porém o jogo trabalha tão bem na ideia e em explicar porque o irmão nunca fora antes mencionado que trás uma grande qualidade pra história.

 

O próprio Capitão América teve dois excelentes retcons em sua história. Primeiro quando fora considerado congelado na segunda guerra mundial e reacordado pelos vingadores anos depois (oficialmente nos anos 60), fazendo os capitães américa dos anos 50 todos impostores. E quando reescreveram a história de Bucky para o mesmo voltar como Soldado Invernal e revelar que o mesmo trabalhava para a Hydra por meio de lavagem cerebral.

 

Então qual o problema do retcon atual?

Parecido com o que eu disse no texto sobre Han Solo (sério, leiam! Tá bem legal.), essa mudança interfere em algo que está na essência do personagem e mudá-la destrói toda a narrativa que o personagem construiu. Após a segunda guerra mundial, os escritores decidiram usar o personagem contra inimigos russos e comunistas com a mesma intensidade que ele ele enfrentava os nazistas na guerra.

 

Porém a Guerra Fria teve esse nome por um motivo. Não pegava bem para o personagem representar o “red scare” (medo vermelho) alimentado pelo macartismo americano. Então nos anos 60 o personagem renascesse como um símbolo, alguém que literalmente vestiu as cores da bandeira dos Estados Unidos e representava a liberdade e justiça.

 

O trabalho narrativo do caráter de Rogers

Desde então, meio que guiado pelos ideias dos pais fundadores americanos (algo que também já comentei) Capitão América representava uma imagem de liberdade e justiça que as vezes o colocava até em conflito com o governo americano, como quando o mesmo abandonou o manto de Capitão nos anos 80 e percorreu o país como “nômade” até reencontrar sua fé, ou quando se posicionou contra o assassinato da Inteligência Suprema Kree.

 

Porém, ao fazer com que ele fosse sempre um agente da Hydra infiltrado, faz com que toda a informação, toda a narrativa, tudo o que foi construído de caráter no personagem acaba sendo desperdiçado em nome de um “plot twist” para tentar vender revista mas que não se sustenta narrativamente, desperdiçando uma fama extraordinária que o personagem conseguiu com a interpretação de Chris Evans em suas adaptações para o cinema.

 

Fica aqui o desejo de um fã para que a Marvel volte logo atrás nessa decisão e deixem as coisas como antes, além de procurar um jeito melhor de aproveitar o personagem. Mas também fica o apelo para que os fãs mais revoltados mantenham o respeito pelo roteirista, afinal, alguns chegaram até mesmo a ameaçá-lo de morte. Portanto, façam seu barulho, mas acima de tudo, mantenham o respeito. Não é a atitude que o Capitão América (de verdade) apoiaria.

captain20america20-20004.jpg

 

Facebook Comments

2 COMENTÁRIOS

  1. Woah! I’m really enjoying the template/theme of this website.
    It’s simple, yet effective. A lot of times it’s challenging to get that “perfect balance” between user
    friendliness and visual appeal. I must say you’ve
    done a fantastic job with this. Additionally, the blog loads very fast for
    me on Chrome. Superb Blog!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here