Início Análises e Teorias Simbolismo e Sexualidade em Silent Hill 2

Simbolismo e Sexualidade em Silent Hill 2

44
2
COMPARTILHAR

Recheado de simbolismo em seus primeiros jogos, a série Silent Hill usa e abusa de imagens e representações para adicionar camadas psicológicas subentendidas em suas narrativas. Na segunda edição do jogo temos um complexo emaranhado de enredos que circulam em um ponto principal, a sexualidade. Veja todas as representações e simbolismos contidos no jogo.

banner_1019

James e a representação do desejo

O protagonista do jogo nos é apresentado de uma maneira bem clara. James recebe uma carta de sua falecida esposa que pede para o encontrar na cidade turística de Silent Hill no seu “lugar especial”. James que sofre com o luto prolongado não pensa duas vezes em não só adentrar na cidade, como enfrentar niilisticamente todos os obstáculos e temores da cidade para encontrar seu já falecido amor.

 

SIlent Hill funciona como um misto de inferno pessoal para cada pessoa que adentra em suas fronteiras. Ao contrário do primeiro jogo onde todo o aspecto sombrio é refletido pela psique pouco desenvolvida de Alessa, nesse caso damos um passeio no subconsciente perdido e perturbado de James.

 

Pelo jogo vemos inúmeras pessoas mortas onde não é possível ver seu rosto. O responsável por modelar os personagens já confirmou que todas essas formas são James e representam suas tendências suicidas enquanto lidava com a perda de sua esposa. Se James realmente morreu e está agora no inferno lidando com seus desejos é um final em aberto.

 

Tudo é sobre sexo

Sua principal motivação de aventurar pela cidade é buscar seu amor em vida, Mary Sunderland e satisfazer seu desejo íntimo afetivo e principalmente sexual. Não a toa, todos os monstros representam uma face desse desejo encrustado na mente de James. Os manequins com as pernas nos dois lados representam o desejo explicitamente sexual de James com sua esposa enquanto a mesma estava a beira da morte.

 

Os monstros que parecem costurados e desengonçados representam a repulsa de James a doença degenerativa de Mary, com sua carne costurada talvez representando um pós operatório e o ácido cuspido pelos monstros como o pus e secreções que saiam de seu corpo doente. As enfermeiras são agora mais sexy em comparação ao outro jogo e tem seu rosto apagado, para simbolizar a tentação de adultério com as moças que atendiam Mary.

sh2pc2011-04-2319-33-yary6.png

Piramid Head

Piramid Head é o principal antagonista do jogo e representa diretamente o desejo de auto punição de James por não auxiliar como deveria nos últimos dias de sua falecida esposa, além da revelação maior perto do final da trama. [spoiler] Quando descobrimos que James assassinou Mary, a pedido da mesma por não conseguir lidar com a doença. [/spoiler]

 

A forma viril e impune do vilão e seu grande capacete triangular de ferro são representações interculturais de virilidade e ameaça, assim como sua espada fálica (que tem a forma de pênis) representam sua frustração sexual. Não dificilmente o vemos violar sexualmente algumas manequins e agredir fisicamente Maria.

latest

Maria

Maria seria a idealização de Mary por James. Uma versão de sua esposa saudável e sexualmente ativa. Suas roupas sensuais e sua atitude afirmativa no flerte com James foi a fórmula de escape de pensar sexualmente em sua esposa sem partir diretamente para o adultério ou a frustração sexual.

 

Não a toa ela tem a chave para um prostíbulo no meio do jogo que facilita a passagem de James pela cidade, sua função na trama é simbolizar essa “facilidade” de contornar o problema sexual com Mary.

Sh2angela

Angela e a violência sexual

Não só pra James que Silent Hill age como um temível purgatório. Angela, uma personagem misteriosa adentra na cidade a procura de sua mãe e se encontra com James no cemitério no começo do jogo. Com o tempo aprendemos melhor sobre a personagem e seus distúrbios de depressão e pensamentos suicidas. Angela foi violentada por seu pai e pelo irmão e essa cicatriz emocional viajou com ela para a cidade.

 

O monstro de nome “Abstract Father” é encontrado em uma sala fechada com Angela encolhida no canto em posição fetal numa sala com paredes de pele representando um útero e com diversos aparelhos cilíndricos entrando e saindo de buracos que podem simbolizar quantas vezes Angela foi violentada. Quando James consegue derrotar o chefe Angela então assume uma posição mais agressiva e “finaliza” o mestre.

Mas vale ressaltar que mesmo após vencê-lo, ele retorna em outras telas como um inimigo menor e de menos força. Essa enfraquecida representa que, mesmo Angela superando seu trauma psicológico, ele nunca irá desaparecer da sua mente, porém fica mais fácil de lidar. Em sua última cena no jogo, sabemos que a visão de Angela da cidade é um eterno incêndio, não sabemos se ela incendiou a casa após assassinar seu pai.

Silent-Hill-2-Eddies-self-esteem-issues_295x178.jpg

Eddie e a auto depreciação

A história de fundo de Eddie é cuidadosamente apresentada em fragmentos durante a narrativa para chegar a sua conclusão perto do final do jogo, descobrimos nesse grande crescendo de acontecimentos e narrativas não confiáveis pelo personagem que Eddie é também um frustrado sexualmente, mas com sua própria aparência.

 

Sendo humilhado desde a sua infância, Eddie sempre aparece perto de um corpo, com medo de ser responsabilizado pelo assassinato. Todo o enredo violento circulando o Eddie pode refletir em sua sexualidade reprimida, por não ter sido aceito em sociedade, sofrendo bully constantemente e provavelmente nunca se envolvendo amorosamente com alguém.

033b

Laura

Cada personagem vivo na série está passando pelo seu inferno pessoal, menos Laura que é a única que não parece ser afetada pela cidade. Se comportando naturalmente em cenas com Eddie, o personagem mais violento da trama e dizendo dividir um passado no hospital com Mary. Laura é a pessoa mais normal da trama.

 

Seu motivo para estar na história é justamente por ter conhecido Mary em vida. Mas como ela não tem nenhuma frustração sexual e apenas guarda uma mágoa com James por considerar os maus tratos dele com Mary, ela não sofre com a cidade e enxerga nenhum problema além das ruas vazias. Sua função no jogo é apenas fazer algumas travessuras infantis com James, mas não antagonizar o protagonista.

 

Conclusão

Silent Hill 2 é um jogo delicado que lida com depressão, abandono e violência com um cuidado bastante artístico na temática de horror psicológico. Esse tipo de horror não assusta por imagens gráficas de violência ou situações que nos levam a pular da cadeira de medo, Silent Hill 2 sabe nos assustar e deprimir onde nos é mais vulnerável, na investigação profunda da alma humana, seus desejos reprimidos e a capacidade de trazer sofrimento a outras pessoas.

topo
Se você realmente quer ver Mary, você deveria simplesmente morrer. Mas talvez você esteja indo pra um lugar diferente de Mary, James.
Facebook Comments

2 COMENTÁRIOS

  1. Existe un video corto de terror y con un tono surrealista llamado “Fukuro”, hecho por el equipo de Silent Hill, en donde aparece Pyramid Head en escenas de fuerte carga sexual.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here