Início Reviews e Guias Como destruir o mundo com uma doença em Plague Inc

Como destruir o mundo com uma doença em Plague Inc

43
0
COMPARTILHAR

Quem acompanha o blog a um tempo talvez vá estranhar o motivo de eu falar de um jogo tão ligado a medicina e microbiologia. Até mesmo pelo o nome do blog deixa claro qual é minha especialidade de estudo. Mas algumas escolhas de jogabilidade em Plague Inc estão diretamente ligadas a questões políticas e geográficas que não consigo deixar de mencionar aqui. Então aprenda comigo qual o melhor método para destruir toda a humanidade com apenas uma doença.

O que é Plague Inc?

Plague Inc. é um jogo de simulação e estratégia desenvolvido pela Ndemic Creations em que o jogador é responsável por desenvolver e espalhar uma doença até a contaminação e aniquilação total da raça humana. Cada doença possível de escolha oferece um desafio diferente ao jogador. Temos entre outras a bactéria, onde temos a vantagem de desenvolver resistência a qualquer clima. Vírus, uma doença que pode sofrer mutação com mais facilidade. Bio-arma, uma arma secreta vazada que mata as pessoas mesmo sem evolução de nenhum sintoma e muitas outras.

Para modificar a doença, temos de coletar pontos de DNA que são distribuídos conforme a doença avança por mais pessoas ou países. Esses pontos podem ser gastos na aba “transmissão”, onde desenvolvemos novos métodos para espalhar a doença. “Sintomas” onde podemos definir quais ações a doença fará ao corpo humano e “habilidade”, que oferece resistência a diferentes climas, resistência a remédios e mutações que atrasam o desenvolvimento da cura. Além de uma função bônus que varia de doença pra doença.

Bem, agora que estamos completamente informados sobre o jogo, vamos a parte que interessa, contaminar e matar seres humanos! O jogo é tão realista que foi elogiado pelo “Centro de controle de Prevenção de Doenças” por seu meio inusitado de alertar as pessoas sobre os perigos de doenças endêmicas. Pois bem, sem mais delongas…Sigam me nessa jornada apocalíptica, seus pequenos psicopatas.

Ebola(1)(1)

Escolha países pobres e densamente habitados

Logo após você nomear a doença, o jogo pedirá pra você escolher seu primeiro país a ser infectado. Não escolha países ricos, pequenos ou vazios. A doença irá demorar pra se espalhar e precisará de pontos gastos em “resistência a remédios”. Escolha países pobres onde… bem, hábitos de higienização e cuidados médicos não são muito comuns. Com grandes populações e densamente habitadas, pois o contato entre humanos facilitará o contágio.

De preferência escolha países com aeroportos, portos de navio e fronteiras terrestres com outros países. A doença deve se espalhar para outros países rapidamente para que você ganhe mais pontos de DNA. Eu recomendo iniciar a doença na China e Índia, pois cada um desses países tem em média 1.5 bilhões de habitantes, juntos dividem quase a metade da população mundial, e eles são vizinhos! Países africanos e sul americanos também são boas escolhas. Evitem Islândia, Groelândia, Austrália e Canadá.

Foco na transmissão!

Com seus primeiros pontos de DNA gaste tudo com transmissão. Eu evoluo a propagação pelo ar e água I e II pois assim a doença pode se espalhar por navios e aviões com mais facilidade. Se estiver com dificuldades para alcançar países pobres, invista também na transmissão por sangue, se a dificuldade for em países grandes e agrícolas (Rússia, Canadá), escolha a transmissão por gado.

Evite a transmissão para países ricos por enquanto. O serviço de saúde deles irá detectar a doença com certa facilidade, e iniciará processo de cura, nosso foco agora é fortalecer a transmissão sem ser notados.

Sem sintomas

Enquanto você não tiver infectado pelo menos 80% do mundo, evite ao máximo o desenvolvimento de sintomas. Doenças sintomáticas são mais difíceis de serem detectadas justamente por não se manifestarem fisicamente no corpo das pessoas. Herpes por exemplo é uma doença que 90% da população tem, mas que não manifesta sintomas ou quando manifesta, são ínfimos.

Dependendo da doença, alguns sintomas podem se manifestar numa mutação sozinhos. Sintomas leves como tosse, espirros, suor e náusea não são de todo ruim, pois ajudam a espalhar a doença. Mas evite ao máximo sintomas como erupção, cistos e anemia, pois causam dor e fazem os pacientes procurar medicamento.

plague_inc_evolved-2485574

Hora da matança

Quando você conseguir uma quantidade satisfatória de pessoas infectadas (de 80% a 90%) você pode começar a aniquilação. Os sintomas que citei em cima podem ajudar a espalhar a doença, mas a esse ponto do jogo você pode ser um pouco mais cruel e escolher sintomas mais agressivos como vômito, diarreia (ótimo para países pobres), hipersensibilidade (ótimo pra infectar países ricos) e bolhas.

A esse ponto, alguns países já devem ter começado com o processo de cura. Alguns sintomas atrapalham os esforços de cura como paranoia, paralisia, insônia e insanidade. Você também pode gastar pontos em coisas como “embaralhamento genético” na aba “habilidade”. Outra solução para barrar as pesquisas é o frio e doce abraço da morte. Conforme as mortes forem subindo, governos vão caindo e o financiamento de pesquisas vai diminuindo e entrando em colapso.

Mate com eficiência

Existem diversas formas de fazer sua doença ser eficiente na arte de exterminar humanos, meu método favorito é desenvolver o sintoma erupção > suor > lesões na pele > necrose. Pois esses sintomas ajudarão a contaminar os últimos sobreviventes, principalmente “necrose” que transforma os cadáveres em focos de contaminação (e acredite, daqui pra frente eles serão muitos).

Uma vez todo mundo contaminado, gaste pontos com “choque hemorrágico” e “hemorragia interna” e observe as mortes multiplicarem no jogo. Outras doenças que ajudam a acelerar o processo são: “falência total dos órgãos” e “infecção sistêmica”.

Parabens, você aniquilou a raça humana!

Se você seguiu certinho todos os passos que mandei, a essa altura toda a raça humana já estará extinta. Apesar do esforço global em desenvolver a cura e controlar a contaminação, todos os países foram lentamente desabando e mergulhando no completo caos. Agora curta o seu dia imaginando com qual facilidade um vírus ou bactéria pode destruir toda a civilização em um curto espaço de pouco mais de 1 ano. E como a humanidade pouco poderá resistir…
Tenham uma ótima semana.

f_105975
Facebook Comments

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here